TagRock

Aretha Franklin – Música negra, branca e cinza

Algumas pessoas podem ser definidas por uma palavra. Para Aretha Franklin a palavra é “voz”. Nossa existência é efêmera, temporária, 

Girl Band – Ser, ter e parecer que tem.

  As décadas e gerações são marcadas por identidades que estão diretamente ligadas ao status quo do seu momento. Por 

Radiohead – A estranheza bem vinda

  Mesmo com toda a globalização pós internet ainda somos capazes de perceber na cultura de outros povos/países a estranheza 

Morphine – Smart is the new sexy

Morphine – Smart is the new sexy

  Autentica, inovadora, original, sui-generis… Morphine pode ser considerada a verdadeira síntese do slogan “Smart is the new sexy”. A

Future Island – Rei da dor

  Future Island é mais uma banda americana formada por amigos de faculdade. O que a torna absolutamente especial é 

Lou Reed – Beatnik, Marginal.

  Lou Reed é a mais perfeita tradução da revolução cultural ocorrida nos anos 60/70 na cultura americana. Com sua poesia 

Led Zeppelin – Veneno anti-monotonia

No final dos anos 60, o blues americano e rock psicodelico faziam a cabeça da rapaziada em Londres. Foi quando 

Picassos Falsos – A nata dos 80

  Picassos Falsos representa o outro lado dos nanos 80. E a Lapaloop tem este papel de tentar ampliar o 

Lescop – Poesia sexy e obscura

  Lescop é um músico da cena underground francesa que faz uma música sombria, bebida nas fontes das melhores referências 

Dirty Projectors – And the winner is….

  Listas geralmente não me comovem ou me convencem, porem não é possivel ignorar esta banda que aparece como uma 

Black Keys – Aguas Setentistas

  The Black Keys é uma superbanda criada por dois caras (Dan Auerbach, vocal e guitarra; Patrick Carney, bateria e