LOU REED – Beatnik e marginal

Lou Reed é a mais perfeita tradução da revolução cultural ocorrida nos anos 60/70 na cultura americana.

Com sua poesia beatnik e marginal, explicativa e explícita sobre o submundo dos inferninhos chics e perfumados que ditavam a premissa máxima do sexo, drogas e rock and roll, ele construiu a mais perfeita trilha sonora para aquele momento.

O amadurecimento veio nos anos 80 com o inebriante album “New York”, seguido do introspectivo “Magic and Loss”.

Com inspirações no jazz, psicoldelismo, folk e outros ritmos, Lou Reed se tornou a voz rascante mais emblemática do rock. Um pouco mais além da maturidade, (naquela fase da vida onde, imagino eu, ligamos o foda-se para tudo) ele reaparece com o Metallica gravando a sensacional “Lulu”, delírio poético sobre uma libertina personagem de Benjamin Franklin Wedekind.

A Lapaloop toca a nata da discografia do mestre que nos deixou em 2015  e para que a homenagem seja completa não poderia faltar o hino “Walk on the wide side”, que você já conhece e com certeza ama.

Lou Reed na Lapaloop.