BEN CHARLES
Enquanto a mídiaTV celebra o tecno-brega de Gaby Amarantos e esmaga nossos ouvidos com bandas ocas de sonoridade e corte
Leia Mais
CAETANO VELOSO
O discurso óbvio para introduzir um dialogo sobre Caetano Veloso poderia ser: A musica brasileira não seria a mesma sem
Leia Mais
LUIZ MELODIA
Luiz Melodia era e ainda é a mais linda voz da musica brasileira. Era também a mais perfeita tradução do
Leia Mais
111 people follow lapaloop
Lew_Jetton Lew_Jett APharmacise APharmac CBianchiMusic CBianchi 8DPromo 8DPromo bluehelixmusic blueheli humbleartist humblear radioeixo radioeix FathomAcademy FathomAc ArcticMovers ArcticMo ElephantStereo Elephant itstimwhite itstimwh moonglow404 moonglow icETbitch icETbitc paulmannersfans paulmann SinghLions SinghLio MikeyGuitar_ MikeyGui loscomingsoon loscomin BTRacket BTRacket
http://lapaloop.com/wp-content/uploads/2017/02/tela-1.jpg

O mundo esta vivendo um momento único de inversão de valores. Estamos dando repentinamente muitos passos para trás. E num momento como este sempre é bom refletir sobre o que fizemos de errado. Alguns de nos tem muita dificuldade de entender o que está realmente acontecendo. Nós mudamos? A qualidade do que nós somos deixou de existir? Na mais superficial das hipóteses sim. Nos tornamos pessoas piores .

Então, quando alguém se aproximar de voce com aquele discurso saudosista e “chato” sobre como as coisas eram melhores no passado, pare tudo que voce estiver fazendo e ouça o que esta pessoa tem a dizer. Ela está coberta de razão.

A obra de Milton Nascimento, é um exemplo perfeito disso porque prova que a industria da musica atual não tem a capacidade de entender que mainstream e qualidade absurda podem e devem andar sempre juntos.

Dono de uma das vozes mais lindas do mundo, Milton Nascimento derruba de vez a barreira entre o erudito e o popular. Inspirando-se na musica barroca clássica mineira e fundida com sons guaranis, andinos e africanos ele produziu os disco de maior qualidade técnica e emotiva da musica popular brasileira.

Milton é um dos raros casos de artistas brasileiros que já no segundo disco solo teve lançamento e distribuição mundial, isso em 1967. Foi o primeiro artista de musica popular a gravar com uma orquestra sinfônica em 73. Sucesso de vendas no mundo inteiro, em 74 superou os Beatles em vendas na Australia. Seu trabalho é detentor de vários prêmios internacionais e foi top na lista World Beat Artist of the Year da revista Dowbeat por duas vezes consecutivas (em 75 e 76).

Em 98, “Nascimento” recebe o Grammy de melhor album de World Beat do ano em 2000 o Grammy latino melhor album pop com “Crooner”.

Foi o único artista a encenar em vários lugares do mundo uma missa musicada, a Missa dos Quilombos, obra idealizada por Dom Helder Camara que homenageava Zumbi dos Palmares e abordou o sincretismo religioso brasileiro.

Milton é o artista brasileiro com a maior numero de participação com artistas internacionais : Pat Metheny, Herbie Hancock, Ron Carter, Mercedes Sosa, Fito Paez, Hubert Laws, Peter Gabriel, James Taylor, Sting, Paul Simon, Jon Andersen (Yes), Duran, Duran. Maurice White, Gil Goldstein e Jack Dejohnette. E ainda é de Milton o mérito de ser o artista brasileiro que mais fez turnes internacionais, lotando casas de shows famosas no mundo inteiro, inclusive o Theatre de la Ville em Paris por 10 dias consecutivos.

Muito antes dos iPhones, Milton Nascimento provocou filas nas porta das lojas de disco antes do lançamento do disco Geraes, que tinha participação de Mercedes Sosa e do Grupo chileno Agua num trabalho especialmente focado na musica latina. Voce consegue imaginar isso?

Seu disco “Txai”, concebido a partir de uma viagem de mais de 18 dias de barco pelo Rio Juruá, no Estado do Acre até a divisa com o Peru, chega ao primeiro lugar da lista de World Music da Revista “Billboard”.
Poderia ir muito mais alem , mas acho que este pouco já é o suficiente para mostar que qualidade também vende e que se hoje estamos afundados num poço de merda musical, é porque nós realmente mudamos como pessoas. E mudamos para pior.

Leave a Reply