LED ZEPPELIN
No final dos anos 60, o blues americano e rock psicodelico faziam a cabeça da rapaziada em Londres. Foi quando
Leia Mais
DIRTY PROJECTORS
Listas geralmente não me comovem ou me convencem, porem não é possivel ignorar esta banda que aparece como uma das
Leia Mais
BUENA VISTA SOCIAL CLUB
Respeitaveis senhores… Win Wenders,e Ry Cooder criaram juntos vários momentos clássicos e emocionates para o cinema. O mais louvável esforço
Leia Mais
109 people follow lapaloop
MikeyGuitar_ MikeyGui theJesusReal theJesus helloWorldReal helloWor trustOneNew trustOne realRobboMax realRobb loscomingsoon loscomin realSpy666 realSpy6 alexJonesReal alexJone real2Pack real2Pac ariane_channel ariane_c BTRacket BTRacket Whitney_Tai Whitney_ realMaxJordan realMaxJ Sex3000Sex Sex3000S musicmatch_jp musicmat khaledmimo200 khaledmi hottmilf2 hottmilf lastplak lastplak MelvilleBragg Melville Amandar41381570 Amandar4 BeachPillows BeachPil tseko_frans tseko_fr jessi_redmond jessi_re DwayneGallaghe DwayneGa rodrigorcv rodrigor musikpakonline musikpak Ricardo45709266 Ricardo4 NightShadeBand NightSha Iam_Moreesjkats Iam_More craig_cardiff craig_ca DahmaneHamadou DahmaneH AskAaronLee AskAaron viipiimusic viipiimu milles_jay milles_j lordpiper lordpipe tobiasbuch tobiasbu 1mcgregorD 1mcgrego kikak7 kikak7 CrossroadsJan Crossroa caiscultura caiscult MicheleGranade1 MicheleG vonbarkenberg vonbarke jrsilv1 jrsilv1 MillaGoulart17 MillaGou lopesmarlon367 lopesmar LalombaMusic LalombaM Fit4LA Fit4LA MaximumBarry MaximumB laini_wildfire laini_wi GoWildMusic GoWildMu Juh46180406 Juh46180 Mnkw3hUOSy75Xce Mnkw3hUO rodrigo_cacapa rodrigo_ djkingassassin djkingas ElChibchaLoco ElChibch ScottWestBand ScottWes souleymanepalag souleyma fiwimusic fiwimusi regisperrot regisper BeautyFreshen BeautyFr
http://lapaloop.com/wp-content/uploads/2016/08/caetano2.jpg

O discurso óbvio para introduzir um dialogo sobre Caetano Veloso poderia ser: A musica brasileira não seria a mesma sem ele…. Mas isto ja não cabe mais aqui na Lapaloop visto que independente de qualquer questão política, eu sou um fan incondicional do seu trabalho.

O que me resta então como observador e admirador de sua arte é vislumbrar um certo… “futuro”.

Futuro este, onde se perceberia a relação de sua obra com o tempo. As direções que sua criatividade tomaria. Em que cores ele imprimiria um mundo pós Estado Islâmico, de consumo extremista, vazio intelectual, desesperança e tantas outras atrocidades? E finalmente em que tom se afinaria a voz que poetizou tão liricamente as ultimas décadas?

Esta mesma voz que nos remeteu a ingenuidade sessentista dos festivais, ao desbunde liberal dos anos 70, ao materialismo inconsequente dos anos 80, as incertezas políticas dos anos 90 e a frustração da nova era no ano 2000…

Olhando para este passado, talvez eu possa vislumbrar um futuro que não seria focado numa percepção coletiva sobre quem somos ou o que somos capazes fazer um com os outros, mas sim um olhar menos observador e mais introspectivo.

Assim como Dali ou Picasso, Freda, Einsten ou Luther King, que tinham muito a nos ensinar com a precocidade de sua sabedoria, Caetano deixa como rastro a insistente mania de colocar a beleza acima de todas as coisas sem deixar de polemizar quando necessário, e assim como todos os diferentes gênios citados acima, resta ainda a difícil tarefa de entender o espirito do homem para imaginar o futuro de sua belíssima obra.

 

Leave a Reply

Follow
Add to favoritesFacebookTwitterYoutube