DIRTY PROJECTORS
Listas geralmente não me comovem ou me convencem, porem não é possivel ignorar esta banda que aparece como uma das
Leia Mais
MACACO BONG
Hendrix reencarnou em Cuiabá quando uns caras criaram o Macaco Bong. É impossível ouvir o som da banda sem criar
Leia Mais
R.L. BURNSIDE
O verdadeiro viajante sabe que se vc não conhece as pessoas , vc não conhece o lugar. Esta lógica geográfica
Leia Mais
89 people follow lapaloop
mervin46204343 mervin46 KalaniBallFree KalaniBa MikeyWax MikeyWax DwayneGallaghe DwayneGa rodrigorcv rodrigor musikpakonline musikpak Ricardo45709266 Ricardo4 NightShadeBand NightSha Iam_Moreesjkats Iam_More craig_cardiff craig_ca DahmaneHamadou DahmaneH AskAaronLee AskAaron viipiimusic viipiimu milles_jay milles_j lordpiper lordpipe tobiasbuch tobiasbu 1mcgregorD 1mcgrego kikak7 kikak7 CrossroadsJan Crossroa caiscultura caiscult MicheleGranade1 MicheleG vonbarkenberg vonbarke jrsilv1 jrsilv1 MillaGoulart17 MillaGou lopesmarlon367 lopesmar LalombaMusic LalombaM Fit4LA Fit4LA MaximumBarry MaximumB laini_wildfire laini_wi GoWildMusic GoWildMu Juh46180406 Juh46180 Mnkw3hUOSy75Xce Mnkw3hUO rodrigo_cacapa rodrigo_ djkingassassin djkingas ElChibchaLoco ElChibch ScottWestBand ScottWes souleymanepalag souleyma fiwimusic fiwimusi regisperrot regisper BeautyFreshen BeautyFr claudioclcruz claudioc ButterflyMadam7 Butterfl Andrian76216252 Andrian7 WipeHomophobia WipeHomo MathieuWangso MathieuW FloribertKalen2 Floriber AbibDiallo13 AbibDial DamienDemenus DamienDe indreammaiam indreamm DepecheModeDMBR DepecheM liberality liberali Orangewebradio Orangewe AdalgizaOlivei4 Adalgiza Diogo_Serrate Diogo_Se prefiroaverdade prefiroa LorenaD55184332 LorenaD5 candido_mattos candido_ RafaelCormack RafaelCo caroline2673 caroline Neidavtak Neidavta
http://lapaloop.com/wp-content/uploads/2016/08/caetano2.jpg

O discurso óbvio para introduzir um dialogo sobre Caetano Veloso poderia ser: A musica brasileira não seria a mesma sem ele…. Mas isto ja não cabe mais aqui na Lapaloop visto que independente de qualquer questão política, eu sou um fan incondicional do seu trabalho.

O que me resta então como observador e admirador de sua arte é vislumbrar um certo… “futuro”.

Futuro este, onde se perceberia a relação de sua obra com o tempo. As direções que sua criatividade tomaria. Em que cores ele imprimiria um mundo pós Estado Islâmico, de consumo extremista, vazio intelectual, desesperança e tantas outras atrocidades? E finalmente em que tom se afinaria a voz que poetizou tão liricamente as ultimas décadas?

Esta mesma voz que nos remeteu a ingenuidade sessentista dos festivais, ao desbunde liberal dos anos 70, ao materialismo inconsequente dos anos 80, as incertezas políticas dos anos 90 e a frustração da nova era no ano 2000…

Olhando para este passado, talvez eu possa vislumbrar um futuro que não seria focado numa percepção coletiva sobre quem somos ou o que somos capazes fazer um com os outros, mas sim um olhar menos observador e mais introspectivo.

Assim como Dali ou Picasso, Freda, Einsten ou Luther King, que tinham muito a nos ensinar com a precocidade de sua sabedoria, Caetano deixa como rastro a insistente mania de colocar a beleza acima de todas as coisas sem deixar de polemizar quando necessário, e assim como todos os diferentes gênios citados acima, resta ainda a difícil tarefa de entender o espirito do homem para imaginar o futuro de sua belíssima obra.

 

Leave a Reply